Praias rasas X praias de tombo

praias

Você está preparando a sua próxima viagem à praia e não sabe a diferença entre esses dois tipos de praias? Confira com mais detalhes antes de escolher o seu destino!

Turistas nacionais e estrangeiros sabem que o litoral brasileiro é belíssimo e muito diverso. Sejam ilhas paradisíacas, praias em que o mar encontra o rio, praias de mar calmo e outras de mar mais agitado.

Quem adora curtir uma praia sabe que existem diversos estilos: cor de areia, vegetação, relevo, mar, entre outros fatores. O litoral sul de São Paulo tem alguns lugares bonitos, como as praias do Guarujá. Mas você sabe a diferença entre praias rasas e praias de tombo? Confira a seguir essa diferença antes de escolher as praias da sua próxima viagem!

Diferenças

Embora recebam este nome, as praias rasas não são exatamente rasas. Este tipo de praia é o mais comum do Brasil e recebe este nome, pois ganha maior profundidade à medida que os visitantes entram nelas. Nas praias rasas, as ondas quebram mais ao fundo e os canais são identificados facilmente, além de apresentar uma grande faixa de areia fina, escura e firme, podendo haver a formação de buracos.

Vale lembrar que o número de canais varia de uma praia para outra, mas o comum é que este número fique entre três e seis. A areia costuma ser mais escura e a praia reta  — o que a torna estratégica para a prática de esportes como futevôlei e futebol.

Já as praias de tombo apresentam areia mais clara e fofa. Diferentemente da praia rasa, na praia de tombo pode ser mais difícil praticar atividades físicas, pois os pés afundam ao tocarem a areia. 

Outra diferença é que, na praia de tombo, não é preciso caminhar muito para sentir o mar ao fundo: isso já pode ser constatado em poucos passos. Por isso, é essencial ter cuidado redobrado ao visitar o local, já que ela pode oferecer ainda mais riscos para os visitantes. Crianças e adolescentes não devem entrar sozinhos no mar desse tipo de praia.

Se o local não é a melhor opção para quem curte jogar futebol na praia, por outro lado, essas praias são muito boas para a pesca. Contudo, praticantes da pesca devem ter cuidado com as grandes ondas que quebram especialmente na beirada.

Por fim, existe uma outra categoria que mistura características da praia de tombo e rasa: a praia intermediária. Com areia fofa e grossa, ela não é plana, mas tampouco apresenta o declive intenso da praia do tombo. E também, é preciso caminhar uma quantidade intermediária ao que se caminha nas praias de tombo e rasa para sentir o mar se aprofundar.

Praias do Guarujá

Este município fica localizado na Baixada Santista, no sul do estado de São Paulo. Estando bem próximo à capital, é um lugar bastante frequentado por quem vive na maior cidade da América Latina e deseja relaxar um pouco em meio as praias nos fins de semana e feriados.

Muito próxima do centro da cidade está a Praia do Tombo, ótima para quem gosta de um mar mais agitado. Não costuma lotar quanto as outras. Embora seja preciso cautela para entrar no mar dessa praia, já que ela praticamente não possui partes rasas e não dá pé a poucos metros. É recomendado não deixar crianças e adolescentes entrarem sozinhos neste mar.

Quem prefere um mar mais calmo, pode ir à praia da Guaiúba, que detém uma calçada arborizada — ótimo para se proteger do sol ficando embaixo das árvores. Essa praia é ótima para curtir um piquenique com as crianças e oferece uma boa infraestrutura para adultos (com quiosques e barzinhos com música ao vivo).

Artigo Anterior

Deixe um comentário